Lufthansa testa sistema de pintura capaz de reduzir resistência aerodinâmica

Airbus A340-300 da Lufthansa

Um novo tipo de camada externa poderá reduzir sensivelmente o consumo de combustível dos aviões. É o que está sendo desenvolvido por pesquisadores da Airbus Operations. Seu modelo é a pele de tubarões, cujas escamas são feitas de forma a diminuir sensivelmente a resistência ao atrito.

A Lufthansa está testando a estrutura de verniz sob condições ambientais reais desde julho deste ano em dois jatos A340-300. A geometria de superfície da pele do tubarão é composta por costelas muito finas aliadas a pontas afiadas. Os microscópicos sulcos produzem fluxos bem próximos à pele, reduzindo a resistência ao atrito. Pretende-se agora, usar este efeito aerodinâmico para melhorar as características do fluxo em aviões.

A turbulenta resistência ao atrito é produzida pelos pequenos movimentos transversais do fluxo na superfície do avião. Por meio de uma microestrutura otimizada para aplicações técnicas, parecida com a da pele do tubarão, a resistência ao atrito contra a parede é reduzida em até 8%. No caso de um avião comercial de longa distância, isso pode significar uma economia de combustível de até 2%.

Fonte: www.revistaflap.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s