Embraer, Airbus Azul e Boeing se unem por novo combustível

Embraer 190

Diante da alta do preço do petróleo e da crise mundial, as três maiores fabricantes de aviões do mundo – Airbus, Boeing e a brasileira Embraer – se unem e firmam um raro acordo em Genebra para acelerar as pesquisas para criação de um biocombustível para a aviação.

O esforço, na prática, caminha para estabelecer um padrão mundial de combustível para a próxima geração de jatos e harmonizar a corrida pela alternativa ao petróleo. Até hoje, 1,5 mil voos testes foram realizados com biocombustíveis. Em junho, será a vez de a Embraer fazer seu primeiro voo, com a Azul. Mas o grande obstáculo, segundo as empresas, é garantir que haja a produção de um combustível a preço competitivo e um jato possa ser abastecido com o mesmo etanol no Brasil, na África ou na Europa.

“Há muita pesquisa. Mas não existe uma produção em escala que permita que seja econômico”, disse ao Estado o presidente da divisão de Aviação Civil da Embraer, Paulo Cesar de Souza e Silva. “Hoje, o preço do biocombustível é três vezes maior que o combustível que usamos.”

Fonte: www.jetsite.com.br

Anúncios

Um pensamento sobre “Embraer, Airbus Azul e Boeing se unem por novo combustível

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s