TAM pode estudar corte de pessoal

 

TAM | Airbus A321 @ SBGR

A Tam Linhas Aéreas vai seguir os mesmos passos da Gol e começar os cortes em sua folha de pagamentos, segundo fontes do mercado. A expectativa é de redução de cerca de 200 pilotos e comissários nos próximos meses em função do desaquecimento do mercado doméstico.

Nessa semana, a maior empresa área do país revisou as estimativas de demanda para os voos domésticos e, embora o mercado continue aquecido, a expectativa de crescimento em 2012 é substancialmente menor em relação aos números de 2011. Pelas contas da companhia, a demanda interna deve crescer entre 7% e 9% neste ano – contra crescimento de 15,72% em 2011. Para compensar o impacto dessa desaceleração a economia terá de ser de pelo menos 2% no número de assentos disponíveis. Antes, a previsão era de uma oferta de assentos estável ou até 2% maior do que em 2011, com a demanda em alta entre 8% e 11%.

“O mercado brasileiro cresceu numa média de 10% a 12% nos últimos três anos. Com isso, as companhias investiram no aumento de frota, em novas rotas e os custos também aumentaram muito”, afirma uma fonte do setor para quem as empresas perderam o fôlego enquanto o mercado recua, os preços médios caem e os custos sobem. “A solução é o corte de despesas, nesse caso de pessoal”.

No ano passado, os custos com pessoal na Tam apresentaram uma elevação de 15,8% comparando com o mesmo desempenho de 2010. Em 2011, a companhia gastou R$ 2,69 bilhões com a folha de pagamento e no ano anterior R$ 2,32 bilhões. No mesmo período, a companhia enfrentou uma redução de 5,4% nas tarifas por assento por quilômetro voado (Yield), passou de R$ 0,20 para R$ 0,19.

Segundo a Tam, esse aumento nas despesas com pessoal aconteceu em função do reajuste salarial de 8,75% concedido a partir de dezembro de 2010 e pelo aumento de 5,6% no número de funcionários no período. “O aumento da quantidade de funcionários é devido principalmente ao aumento da nossa operação”, informou a companhia na divulgação dos resultados. “A aviação está em momento de retração. A Tam vai reduzir o números de linhas, assim como a Gol. E todos estão se preparando para isso. O mercado volta a crescer sóem2013, quando os investimentos em infraestrutura ajudarem a dar espaço para o crescimento de outras companhias, como a Azul”, afirmou um executivo do mercado de aviação.

No mercado internacional, assim que a fusão com a Lan for aprovada, as companhias devem otimizar rotas similares e, as operadas pela Tam devem sair de linha. “Os executivos já estão fazendo o dever de casa e não vão manter avião para voos para o mesmo destino”, disse a fonte.

A Tam negou que esteja iniciando um processo de demissão na companhia.

Fonte: www.jetsite.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s