Passaredo vai desativar jatos da Embraer

ERJ-145 da Passaredo

A Passaredo informou ontem, dia 25 de setembro, que a partir dessa quinta-feira, dia 27 de setembro, passará a operar apenas com turboélices ATR 72, com capacidade para 70 passageiros. A Passaredo disponibilizou o e-mail sac@voepassaredo.com.br para seus clientes tirarem suas dúvidas.

Segundo a companhia, nos próximos meses a malha será readequada até que todas as aeronaves previstas estejam disponíveis.

A Passaredo opera três ATR 72-600 e um ATR 72-500. Um ATR 72-500 e três ATR 72-600 chegarão até o final do ano.

A empresa informa ainda que “nesse momento de transição teremos ajustes e procedimentos para que nossos passageiros sejam atendidos da melhor forma.”

A Passaredo chegou a operar uma frota de 14 jatos ERJ 145, mas, devido ao custo com combustíveis, está retirando o equipamento de operação desde maio desse ano e passou a receber aeronaves turboélices, mais econômicas em relação aos jatos.

Fonte: www.panrotas.com.br

A estratégia da Passaredo para enfrentar as grandes da aviação

 

Embraer ERJ-145 da Passaredo @ SBGR

“Não pretendemos reinventar a roda”, dispara José Luís Felicio Filho, presidente da Passaredo Linhas Aéreas. Na última semana, o executivo anunciou a compra de 14 aeronaves para duplicar sua frota até 2015 e falou com exclusividade ao BRASIL ECONÔMICO sobre os planos para a companhia, que deve apresentar seu primeiro resultado positivo neste ano e afirmou: “a Passaredo não está à venda.”

O executivo comanda a empresa de forma literal. Comandante Felicio é presidente da l companhia desde 2004 e aguarda a frota nova para começar a pilotar. “Atualmente voo cerca de duas vezes por mês por hob-by,mas vou me inscrever na próxima turma do curso de pilotos da empresa e quero pilotar nossos jatos em voos regulares”, diz ele, que trabalha na empresa desde os dezoito anos. Ó comandante espera a nova frota de ATR 72-600 com a matemática na ponta da língua.

Os planos, até 2015, incluem dobrar o número de destinos e o número de passageiros, além de triplicar o quadro de funcionários. A nova frota de ATR demandou aporte de US $ 450 milhões e quatro aviões da franco-italiana chegam ainda este ano. A escolha dos turboélices faz parte da estratégia da empresa, de transporte regional, de curta distância. “Estudei a fundo o mercado americano de aviação e quero colocar algumas ideias em prática aqui no Brasil”, diz o comandante Felicio, que descarta comparações com as empresas de aviação regional no país, como as recém novas parceiras Azul e Trip. “Eles não fazem apenas aviação regional”, ressalta o comandante, lembrando da parceria comercial com a Gol.

Para crescer, o comandante e aposta em destinos nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. “Queremos ser opção para os clientes que usam ônibus e até mesmo barcos, caso de muitos destinos no extremo norte do país, Vamos popularizar ainda mais a aviação”. Atualmente a Passaredo atende 26 destinos, o objetivo é chegar a 50 em 2015. Para viabilizar o que chama de popularização da aviação, a Passaredo trabalha para oferecer linhas de crédito aos passageiros. “O plano é baixar os preços com a maior oferta de assentos possibilitada pela nova frota”.

A Passaredo transportou cerca de l milhão de passageiros em 2011 e espera chegar a 1,2 milhão neste ano. Para 2015 a meta é chegar a 2 milhões de clientes.

Fonte: www.jetsite.com.br

Passaredo recebe ATR72-600

ATR-72-600 da Passaredo

A Passaredo Linhas Aéreas, recebeu na manhã de ontem, na cidade de Toulouse, França, a primeira das 14 aeronaves ATRs 72-600 novas que integrarão sua frota, juntamente com 2 ATRs 72-500.

A cerimônia que aconteceu na sede da ATR, marca oficialmente a parceria comercial entre as empresas que prevê a entrega este ano de 4 ATRs 72-600, através do contrato de leasing com a empresa americana ALC (Air Lease Corporation), além de 2 aeronaves ATR 72-500 negociadas diretamente com a ATR.

Na ocasião, a Passaredo Linhas Aéreas anunciou também a assinatura de um contrato de compra de 10 aeronaves com opção de mais 10, firmado em 2011, totalizando 20 novas aeronaves ATRs 72-600 que serão entregues até 2015, com investimento estimado em US$ 450 milhões.

Esta nova frota deve operar em rotas do interior dos estados para as capitais e em rotas de menor alcance para a qual a aeronave ATR 72-600 se apresenta com o menor custo do mercado. As aeronaves Embraer ERJ-145 serão mantidas na frota e estrategicamente operarão em rotas de médio e longo curso. “Desta forma teremos ambos os modelos de aeronaves operando de maneira eficiente em relação ao consumo de combustível, que apresenta forte alta de preço desde o final de 2010”- ressalta o Comandante Felicio, presidente da Passaredo Linhas Aéreas.

Com a chegada das novas aeronaves, a empresa espera aumentar progressivamente a capacidade de passageiros, reduzindo substancialmente os custos por assento. “A aeronave ATR combina um desempenho altamente adequado à infraestrutura dos nossos aeroportos regionais com elevados padrões de conforto dos passageiros e baixo impacto ambiental” – completa o presidente.

Fonte: www.jetsite.com.br

Grupo catarinense adquire a companhia aérea NHT

Let-410 da NHT

O grupo gaúcho JMT anunciou nesta sexta-feira a venda da companhia aérea regional NHT ao grupo catarinense Acauã. A empresa tem apenas 0,02% do mercado doméstico brasileiro, mas está presente no aeroporto de Congonhas, o mais concorrido do País.

O negócio depende da aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O pedido, segundo o JMT, foi protocolado nesta sexta-feira. A Anac informou que não recebeu o pedido até o fechamento desta edição. O valor da aquisição não foi divulgado.

“O grupo decidiu focar seus esforços em seus outros negócios”, disse o diretor-geral do JMT, Reinaldo Herrmann. O grupo também é dono de empresas de transporte rodoviário e de concessionárias de caminhões Mercedes-Benz. Em 2011, a NHT faturou R$ 22 milhões, segundo Herrmann, e respondeu por 6% da receita do grupo. A companhia sofreu, como todas do setor, com a alta do combustível e ficou no vermelho, disse Herrmann.

A NHT começou a operar em 2006, mas surpreendeu o mercado quando conseguiu um espaço em Congonhas em abril de 2010. A empresa voa de São Paulo para Curitiba com aeronaves da fabricante checa LET, com capacidade para levar 19 passageiros. Ela tem seis aeronaves e atende 15 destinos, todos no Sul do País, com exceção de São Paulo.

O novo comprador, o empresário Jorge Barouki, fundador da Acauã, tem planos de expansão da NHT. “Vamos manter todos os destinos e queremos adicionar novos”, disse. Ele está estudando a compra de aviões maiores – o primeiro contato foi com a canadense Bombardier.

Barouki calcula que a companhia pode chegar a um faturamento anual superior a R$ 70 milhões. A estratégia dele será negociar parcerias com companhias aéreas maiores. “Não queremos bater de frente com as grandes, queremos ser seus parceiros”, afirmou o empresário.

A NHT será o segundo negócio da Acauã no setor aéreo. A empresa também é dona da Vit Solo, que presta serviço de limpeza de aeronaves e faz o transporte de bagagens nos aeroportos. A empresa faturou R$ 78 milhões em 2011 e tem contratos com companhias, como TAM e Azul.

Aérea à venda

O grupo JMT não é o único interessado em vender sua empresa aérea. O empresário baiano Jorge Mello, dono da Abaeté, também procura compradores. “Não quero mais investir na linha aérea, vou ficar só com o táxi aéreo”, disse.

O empresário criou uma empresa de táxi aéreo em 1979 e enxergou na operação de voos regulares um “caminho natural” para a expansão. Depois de 18 anos no ar, decidiu vender a companhia aérea. “Vi que o negócio precisava de muito dinheiro”, disse. A Abaeté é dona de duas aeronaves Embraer Bandeirante, mas parou de voar em março.

As dificuldades de operar com rentabilidade levaram muitas empresas aéreas a desistir da operação. Sete empresas regionais deixaram de voar nos últimos dois anos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Agência Estado

Trip lança mais um voo direto de Campinas (SP) para Curitiba (PR)

 

Trip | ATR-42 @ SBGR

A partir do dia 14 de maio, a Trip Linhas Aéreas vai oferecer uma nova frequência direta entre Campinas (SP) e Curitiba (PR). Com este voo, a Trip soma três operações ligando a cidade campineira à capital paranaense. A nova rota será realizada pelo Jato Embraer 175, capaz de transportar até 86 passageiros.

“A rota favorece o turismo e os negócios em ambas as regiões. Essa é mais uma importante conexão entre o Sul e o Sudeste do Brasil”, disse Evaristo Mascarenhas, diretor de Marketing e Vendas da Trip Linhas Aéreas.

Os voos partem de Campinas às 13h42 e chegam ao aeroporto paranaense às 14h34. Os passageiros poderão usufruir da nova rota diariamente. As passagens do novo voo poderão ser encontradas com tarifas promocionais a partir de R$ 79,90 nas agências de viagens credenciadas, pelo portal www.voetrip.com.br , nos aeroportos e na Central de Vendas 0300 789 8747 ou 3003 8747 (regiões metropolitanas).

Confira tabela com os horários dos voos:

Origem/ Destino/ Partida/ Chegada

Campinas/ Curitiba/ 7h00/ 7h47

Campinas/ Curitiba/ 13h42/ 14h34 (novo)

Campinas/ Curitiba/ 18h58/ 20h24

Curitiba/ Campinas/ 8h54/ 10h11

Curitiba/ Campinas/ 15h01/ 15h55 (novo)

Curitiba/ Campinas/ 21h45/ 22h47

Fonte: www.mercadoeeventos.com.br

Trip retoma operações em Presidente Prudente (SP)

 

Trip | Embraer 190 @ SBGR

A partir do dia 16 de maio, a Trip Linhas Aéreas vai retomar as operações em Presidente Prudente (SP). Após interrupção para reestruturação da malha aérea, a companhia vai disponibilizar voos diretos para Bauru (SP) e Cuiabá (MT) além de voos para São Paulo – Guarulhos (SP) com apenas uma escala. Outras ligações a partir de Presidente Prudente serão disponibilizadas para Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Ipatinga (MG), Uberlândia (MG), Ji Paraná (RO), Recife (PE), Rezende (RJ), Salvador (BA) e Campinas (SP).

Será a primeira vez que a Trip disponibilizará a ligação entre Presidente Prudente (SP) e a capital mato-grossense, Cuiabá. A conexão direta com Bauru (SP) foi mantida na malha prudentina, assim como o voo para São Paulo – Guarulhos (SP), com apenas uma parada. “As operações em Prudente são muito importantes para a Trip, por isso nossa decisão de estudar a malha para oferecer ligações que realmente atendam a demanda dessa cidade. Deveremos ter ainda mais novidades no decorrer do ano”, afirma Evaristo Mascarenhas, diretor de marketing e vendas da Trip.

As passagens para o novo voo, se adquiridas com 30 dias de antecedência, podem ser encontradas com valores promocionais. Destaque para os trechos: Presidente Prudente/ Bauru com tarifas a partir de R$ 49,90; Presidente Prudente/Cuiabá a partir de R$ 199,90; Presidente Prudente/ Guarulhos a partir de R$ 129,90. As passagens já estão disponíveis para venda e podem ser adquiridas pelo portal http://www.voetrip.com.br, na Central de Vendas 0300 789 8747 ou 3003 8747 (regiões metropolitanas), nos aeroportos ou nas agências de viagens.

Confira a malha de voos da Trip Linhas Aéreas em Presidente Prudente:

Origem/ Destino/ Partida/ Chegada

Presidente Prudente/ Cuiabá/ 21h10/ 22h25

Presidente Prudente/ Bauru/ 9h52/ 10h40

Presidente Prudente/ São Paulo/ 9h52/ 12h20

Cuiabá/ Presidente Prudente/ 6h15/ 9h30

Bauru/ Presidente Prudente/ 20h00/ 20h50

São Paulo/ Presidente Prudente/ 18h25/ 20h50

Fonte: www.mercadoeeventos.com.br

Azul inicia este ano operações para Macaé, Cabo Frio e Campos

 

Embraer 190 da Azul @ SBRJ

A Azul inicia ainda este ano operações regulares, a partir do Rio de Janeiro para Campos, Cabo Frio e Macaé. O anuncio foi feito hoje por Sebastião Garcia Santos, supervisor de Vendas da Azul no Rio de Janeiro.

Em sua explanação na sede da Abav RJ dentro do programa Abav De Portas Abertas ele falou dos planos da empresa de duplicar em três anos sua frota que já opera em 52 cidades, 71 rotas e 360 voos diários. Na ocasião ressaltou o apoio aos agentes de viagens. “Hoje somos a terceira companhia aérea do país e devemos muito deste sucesso a vocês agentes de viagens”, destacou.

Fonte: www.mercadoeeventos.com.br