Passaredo vai desativar jatos da Embraer

ERJ-145 da Passaredo

A Passaredo informou ontem, dia 25 de setembro, que a partir dessa quinta-feira, dia 27 de setembro, passará a operar apenas com turboélices ATR 72, com capacidade para 70 passageiros. A Passaredo disponibilizou o e-mail sac@voepassaredo.com.br para seus clientes tirarem suas dúvidas.

Segundo a companhia, nos próximos meses a malha será readequada até que todas as aeronaves previstas estejam disponíveis.

A Passaredo opera três ATR 72-600 e um ATR 72-500. Um ATR 72-500 e três ATR 72-600 chegarão até o final do ano.

A empresa informa ainda que “nesse momento de transição teremos ajustes e procedimentos para que nossos passageiros sejam atendidos da melhor forma.”

A Passaredo chegou a operar uma frota de 14 jatos ERJ 145, mas, devido ao custo com combustíveis, está retirando o equipamento de operação desde maio desse ano e passou a receber aeronaves turboélices, mais econômicas em relação aos jatos.

Fonte: www.panrotas.com.br

Anúncios

ERJ-145 sai da pista na Colômbia

Um Embraer ERJ-145 da Satena (reg. HK-4536/FAC1173) que executava o voo 9R-9634 de Villavicencio para Mitu saiu da pista 20 após o pouso, vindo a parar em um brejo 530 pés após o termino da pista, após atravessar uma estrada rural.

A aeronave, que ficou com danos substanciais, levava 37 passageiros e 4 tripulantes, e ninguém se feriu no acidente, que ocorreu as 15:20Z. A autoridade de aviação civil colombiana iniciou uma investigação.

A pista 02/20 de Mitu tem 1.760 metros. Uma aproximação VOR é publicada para pouso na pista 20. NDB é usado para a pista 02.

Evidências já observadas indicam que a aeronave tocou na pista após percorrer 1000 metros a partir da cabeceira em uso. A concha superior do reverso do motor direito não abriu e todos os braços do trem de pouso colapsaram.

METAR na hora do acidente:

SKMU 051600Z 0000OKT 5000 DZ OVC018 XX/XX A3001 RMK APCLO

Passaredo vai investir US$ 90 milhões em novos jatos

Embraer ERJ-145 da Passaredo (Foto: Airliners.net)

Após um período de paralisação para rever os planos, entre 2002 e 2004, a Passaredo Linhas Aéreas voltou a operar e se especializou na aviação regional, com crescimento e novos investimentos a cada ano. À frente dos negócios, e eventualmente no comando de uma das aeronaves, o presidente José Luiz Felício Filho, de 33 anos, mostra-se otimista e diz que para 2011 pode até ter parceiros ou sócios.

Em 2009, a empresa investiu US$ 60 milhões na compra de quatro jatos ERJ-145, da Embraer, para 50 passageiros, e agora, em 2010, vai investir outros US$ 90 milhões na compra de sete jatos do mesmo modelo para criar duas novas rotas – uma delas entre Ribeirão Preto e Recife, que entra em operação na segunda-feira – e substituir os cinco turbo-hélices Brasília, com capacidade para 30 passageiros.

“O Brasil ainda tem muito para crescer na aviação regional, pois países da Europa e da América do Norte chegam a 20%, enquanto o mercado aqui, hoje, é de 2,5%”, diz Felício. “É uma grande saída para descentralizar, tirar os congestionamentos dos aeroportos centrais, e essa opção por voos diretos facilita o tempo de viagem, diminui o custo da passagem e a possibilidade de ir e voltar no mesmo dia.”

Segundo Felício, essa modalidade vem suprindo uma deficiência que existia no setor. A rota Ribeirão Preto-Recife, por exemplo, será cumprida em três horas, enquanto por outras vias pode durar até sete horas. O custo da passagem aérea, comparando-se com o transporte rodoviário, é de quase 50% menor.

Interesse de investidores

A Passaredo é uma empresa 100% nacional e familiar, por enquanto. Mas surgiram investidores interessados em parcerias ou sociedade, não revelados. Felício avisa que o controle ficará na família e a sede em Ribeirão Preto. “Aqui é um bom centro, com excelente qualidade de vida, custo muito menor que o de São Paulo, e conseguimos trazer pessoas que estavam em grandes centros e que estão felizes da vida”, diz. A empresa tem cerca de 650 funcionários, sendo quase 400 em Ribeirão Preto, e opera em 19 destinos, contando Recife. O 20.º destino será Palmas (TO), a partir de maio, ligando a cidade a Goiânia. No segundo semestre, todos os aviões Brasília deverão ser substituídos pelos novos jatos, padronizando as operações. E a empresa estuda novas rotas.

A Passaredo, que iniciou na aviação em 1995, já teve voo charter, a partir de São Paulo, sobrevoando a América Latina, num Airbus de 256 lugares, até 1999. Mas, em 2002, a empresa parou e iniciou estudos de um novo plano de negócios, focando no mercado regional. “Fazemos o papel de via alimentadora dos grandes centros e também somos alimentadas, com pontos de conexão com a malha aérea nacional e internacional”, diz Felício, que guarda os resultados financeiros a sete chaves. Ele só cita que o faturamento da Passaredo dobrou em 2009 em relação a 2008 e que a previsão é dobrar em 2010 em relação a 2009.

Felício revela, no entanto, que em 2009 a empresa transportou 400 mil passageiros e tem expectativa de atingir 1 milhão neste ano. A taxa de ocupação dos aviões superou os 70% desde janeiro, enquanto o histórico da aviação regional indica uma média entre 55% e 60%.

Fonte: Agência Estado

Notícias (12/02/2010)

 

Gol faz ação durante o Carnaval contra a violência sexual 

A Gol juntou-se ao Governo Federal na Campanha de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. Até o dia 18 de fevereiro serão sorteados kits contendo bolsa, camiseta, adesivo, tatuagem temporária, bandana, fitas para amarrar no pulso e abanador para passageiros em determinados voos da companhia.

A ação visa aproveitar a grande demanda do carnaval para informar e conscientizar os clientes sobre a importância das denuncias no combate e prevenção desse tipo de abuso. O sorteio será realizado em alguns voos partindo do Rio de Janeiro (Galeão) com destino às seguintes capitais: Belém (PA), Brasília (DF), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), São Paulo (Guarulhos), Goiânia (GO), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA) e Vitória (ES).

Garuda escolhe Honeywell

Airbus A330-200 da Garuda (Foto: Airliners.net)

A companhia Garuda, da Indonésia, selecionou o sistema de radar meteorológico IntuVue 3-D da Honeywell para equipar os novos 25 jatos Boeing B.737-800 por ela encomendados, e os 25 outros opcionais caso suas compras se concretizem. O valor do contrato foi avaliado em mais de US$ 28 milhões.

Mais jatos para a Passaredo

A regional brasileira Passaredo estaria negociando o leasing de mais quatro jatos Embraer ERJ-145, hoje temporariamente desativados nos Estados Unidos. Os primeiros ERJ-145 da Passaredo vem apresentando um excelente desempenho operacional e sendo bem aceitos pelos passageiros nas linhas da empresa onde os EMB-120 “Brasília” de 30 assentos já eram insuficientes para atender a demanda.

Fusão de aéreas na China

Airbus A340-300 da China Eastern (Foto: Airliners.net)

A China Securities Regulatory Commission deu sua aprovação formal á fusão de capital entre as companhias China Eastern Airlines e Shanghai Airlines. As duas empresas combinadas vão controlar cerca de 50% do mercado de passageiros da região de Shanghai, e ambas devem continuar voando com suas respectivas marcas.

Números da El Al

A companhia israelense El Al registrou nos meses de julho/agosto/setembro do ano passado um lucro de US$ 12,3 milhões, valor 60,3% menor que os US$ 31 milhões do mesmo período de 2008. A direção da empresa comemorou o resultado, embora um pouco inferior do previsto, como prova de que ela consegue superar com danos menores a crise econômica que abala o mercado internacional. As despesas operacionais caíram 15% para US$ 400,7 milhões.

Swiss direciona espaço flexível

No ano passado a companhia Swiss transportou 13,8 milhões de passageiros, o que corresponde a um aumento de 2,4% sobre os totais de 2008. O aproveitamento flexível do espaço de acordo com as mudanças da demanda produziu esse efeito positivo. Mesmo assim a Swiss aumentou o aproveitamento dos assentos em 2 pontos percentuais em relação a 2008.

Oman Air compra E-Jets

A companhia Oman Air assinou contrato de compra para cinco jatos Embraer E 175 avaliados em US$ 177,5 milhões pelo valor de tabela. Na mesma ocasião assinou também opção de compra para outros cinco aviões do mesmo tipo. Quatro dos aparelhos encomendados serão utilizados no transporte de passageiros, e o quinto será empregado pela Polícia Real de Oman. As primeiras entregas estão marcadas para o ínicio de 2011.

Volta a produção do Seastar

A firma Dornier Seaplane decidiu reiniciar a fabricação em série do bimotor tuboélice “Seastar”, impulsionado por dois motores Pratt & Whitney Canadá PT6A-135A para 10 passageiros. A aeronave de fibras compostas, já homologada nos Estados Unidos e na Europa, opera na água e teve excelente repercussão no mercado internacional mas sua produção foi interrompida pela crise econômica global. Agora deve ser reiniciada na Flórida (EUA).

Bombardier anuncia cortes

A canadense Bombardier confirmou a demissão de 715 funcionários de sua unidade industrial de Montreal, nos primeiros sete meses de 2010. Na sua maioria é pessoal ligado á linha de montagem dos jatos CRJ cuja cadência de montagem está sendo reduzida. Na mesma ocasião foi anunciada a cessação da produção em linha do modelo CRJ1000.

Phenom 300 nos EUA

A Embraer começou as entregas de jatos executivos “Phenom 300” no mercado norte-americano. A unidade de série inicial foi um jato adquirido pela firma Tug Hill Aviation, especializada em investimentos na área de gás natural. O aparelho, número de série 5, fica baseado em Forth Worth e é operado pela Executive Air Care, de Kansas City. A entrega da aeronave coincidiu com a inauguração do novo Centro de Serviços da Embraer para jatos executivos, em São José dos Campos.

Bird Strike com avião da TAM

Um avião da TAM teve de retornar ao Aeroporto de Goiânia, na tarde desta sexta-feira (12), após a decolagem. No total, 174 passageiros estavam a bordo. Segundo nota divulgada pela empresa, a aeronave partiu com destino a São Paulo, mas bateu em um pássaro na decolagem. Bombeiros e uma equipe da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) montaram um esquema de segurança, mas o pouso aconteceu tranquilamente. De acordo com nota da TAM, os passageiros serão acomodados em outros voos da companhia.

Aeroporto de Recide moderniza terminais de carga

O Aeroporto Internacional de Recife/Guararapes promove uma série de melhorias em seus terminais de logística de carga. O objetivo dessas obras, com investimento de R$ 175,36 mil, é oferecer mais conforto e praticidade. No terminal de carga nacional, serão realizadas obras de revitalização da central de ar-condicionado, reformas dos vestiários e sanitários, além dos serviços de impermeabilização de calhas de água pluvial. Foram iniciadas também as obras no complexo frigorífico, para recuperação e ativação de câmaras que vão proporcionar o acondicionamento adequado das cargas que necessitem de baixa temperatura. O terminal internacional também passará por melhorias nos serviços de impermeabilização de calhas, pintura e recuperação da fachada de todo prédio.

Notícias (27/10/2009)

 

Gol com novo voo em Viracopos

A partir de 13 de dezembro a Gol Linhas aéreas estará com novo voo para Salvador.A operação se estenderá por todo o período de alta temporada.O voo será realizado com a aeronave Boeing 737-700 e sua numeração será 1066 (ida) e 1067 (volta).A empresa aproveitou para reformular o visual de sua loja no aeroporto de Viracopos e instalou totens para auto atendimento.
Maiores informações no site www.voegol.com.br .

 

OceanAir oferece promoção neste fim de semana 

A OceanAir está com promoção nas tarifas para diferentes localidades do país durante o final de semana. Entre elas, Guarulhos/Salvador por R$ 159,00 e Congonhas/Florianópolis por R$ 119,00. A compra dos bilhetes pode ser feita de sábado (28/11) até segunda-feira (30/11).  O período de embarque tem início no dia 28 e se estende até o dia 10 de janeiro. Para mais informações, acesse www.oceanair.com.br .

 

Líderes Empresariais homenageará amanhã três executivos do segmento de aviação

A 32º Premiação dos Líderes Empresariais homenageará, no dia 28 deste mês, os três executivos que mais se destacaram no segmento de aviação, contribuindo para o crescimento e desenvolvimento econômico e social do País. São eles: German Efromovich, presidente da Ocean Air Linhas Aéreas, Constantino Oliveira Junior, presidente da Gol Linhas Aéreas, e David Neeleman, presidente da Azul Linhas Aéreas.

O evento, promovido pelo Fórum de Líderes Empresariais, deve reunir, no Golden Hall do World Trade Center, em São Paulo, cerca de 1.200 altos dirigentes de importantes companhias, representando boa parte do PIB brasileiro. Na ocasião, será mostrada a nova estrutura do Fórum, repaginado para se adequar ao novo mundo pós-crise que começa a nascer.

A edição deste ano contempla 182 líderes eleitos, sendo cinco empresários de estados selecionados e três de diversos setores econômicos. A votação é livre e sem pré-candidaturas e foi realizada por meio do site www.lideres.org.br .

 

Rebocadores a bateria no Brasil

A firma Fornecedora Industrial, que representa no Brasil os equipamentos da Lektro, está oferecendo uma linha de veículos rebocadores acionados à baterias. As máquinas são silenciosas e não poluentes e podem rebocar em terra aeronaves de 100 mil a 180 mil libras de peso. Foram já homologadas para o reboque aeroportuário de aeronaves dos fabricantes Bombardier, Cessna, Dassault, Fairchild, Dornier e Saab. Os interessados podem obter mais informações via Internet no endereço www.fil.com.br .

 

Saab satisfeita com número de encomendas

A empresa sueca Saab apresentou um balanço do seu desempenho entre janeiro e setembro de 2009, que espera fechar com vendas somando US$ 2,4 bilhões. Nos primeiros nove meses deste ano registrou já um aumento de 8% sobre o resultado do mesmo período de 2008. Segundo a análise do fabricante escandinavo, uma série de pequenos e médios contratos asseguraram à Saab um fluxo de trabalho que compensou a perda de grandes vendas.

 

Cirrus Xi

Já chegou ao Brasil o primeiro Cirrus Xi.Com pintura diferenciada e escolhida pelo proprietário. O programa é feito em conjunto com o proprietário e a Cirrus que desenham o interior e a pintura da aeronave. Maiores informações pelo tel 11 45826144.

 

Receita com novo sistema de controle courrier

nova instrução normativa (IN) da Receita Federal ampliando o mercado da remessa expressa será publicada em janeiro e o sistema de controle automatizado começa suas operações em fevereiro. O plano inicial era disponibilizar esse novo sistema em junho de 2009, mas o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) teve de resolver problemas técnicos na integração do seu padrão com a nova plataforma Harpia.
O objetivo do governo é elevar a eficiência e a rapidez do controle, o que deve dobrar o mercado desses serviços de transporte aéreo também conhecidos como \”courier\”. As novas normas vão substituir a IN n 560 e reduzir as restrições e favorecer o comércio internacional porque as empresas poderão trazer bens em geral, até mesmo com cobertura cambial, o que envolve pagamento.
É grande a expectativa dos empresários para o salto de qualidade que o Harpia vai proporcionar aos seus negócios. O mercado brasileiro de remessas expressas, apesar do tamanho da economia do país, é atrofiado porque os controles aduaneiros são manuais.

 

Jatos Embraer em angola

A firma ECC Leasing Company Limited, uma subsidiária integral da Embraer, negociou a venda de dois jatos usados ERJ-135 e um ERJ-145 para a SEAA – Serviços Executivos Aéreos de Angola. A empresa africana espera operar os jatos de fabricação brasileira em rotas domésticas. Os ERJ-135 vendidos tem cabinas para 37 passageiros e o ERJ-145 está configurado para transportar 50 pessoas.

 

Americanos reclamam de subsídios

O Governo dos Estados Unidos reclamou junto a Organização Mundial do Comércio contra o que qualifica de “incentivos ilegais” dados pelas autoridades de Pequim ao desenvolvimento de novas aeronaves comerciais chinesas como os modelos AVIC ARJ21 e Comac C919, ambos jatos para emprego por empresas aéreas regionais. Para Washington esse tipo de apoio representa um “problema significante”.

 

Mais aéreas vão chegar ao Brasil, garante Reis (Iata)

“Novas empresas aéreas irão operar no País”, disse o diretor da Iata Brasil, Filipe Reis, durante apresentação na Reunião Ordinária 2009 do Favecc, realizada hoje pela manhã no Sofitel Jequitimar Guarujá. “Há mais cinco ou seis a caminho”, completou Reis, que saudou a chegada de novas empresas. Ele não disse os nomes, mas, sim, o nome dos continentes de origem: “África e Ásia”. “Estou na Iata há seis anos e jamais vi um período como esse, onde várias companhias chegaram ao Brasil ultimamente”, recordou Reis.

Notícias da Embraer

 

Embraer mantém linha de produção dos EMB-145 

A inglesa BMI é uma das usuárias da família ERJ-145 (Foto: Airliners.net / Clique para ampliar)

fabricante de aviões Embraer não vai interromper a produção da aeronave modelo ERJ-145, um jato de 50 lugares, afirmou o presidente-executivo da empresa, Frederico Curado. Ele acrescentou que a companhia ainda não decidiu se fabricará uma aeronave maior na China. “Não vamos descontinuar a produção”, disse Curado durante a feira Dubai Air Show. O jornal Estado de S. Paulo publicou este mês que a fabricante de aviões brasileira tinha decidido abandonar a produção do modelo 145. O diário também publicou que a Embraer vai produzir o jato E-190, de 120 lugares, na China. Nesta terça-feira, o presidente da Embraer informou que a empresa não tem uma decisão sobre produção na China. “Eu diria que por volta dos próximos seis meses deveremos decidir sobre isso.” A Embraer anunciou nesta terça-feira que vendeu cinco jatos 175 para a Oman Air, em transação avaliada em 177,5 milhões de dólares. O valor pode dobrar se todas as opções de compra forem exercidas. O primeiro avião de 72 lugares será entregue em 2011.

 

Air Astana é a mais nova cliente dos E-Jets 

A Embraer deu as boas vindas à Air Astana, do Cazaquistão. A companhia operará dois jatos EMBRAER 190 a partir da cidade de Almaty, no Cazaquistão, por meio de um acordo com a empresa de leasing Jetscape, Inc., sediada em Fort Lauderdale, Estado da Florida, EUA. Este negócio já está incluído na carteira de pedidos firmes a entregar da Embraer do terceiro trimestre de 2009. “Temos orgulho em ter a Air Astana como parte da nossa família de E-Jets composta por 55 clientes em 38 países, tornando-se o primeiro operador de E-Jets na Ásia Central”, disse Mauro Kern, Vice-Presidente Executivo da Embraer para o Mercado de Aviação Comercial. “A Air Astana é uma empresa aérea em expansão como o Cazaquistão, país que tem uma das economias que cresce mais rapidamente no mundo. É uma satisfação apoiá-los e esperamos ter um longo e intenso relacionamento.” A entrega dos dois EMBRAER 190 – configurados em duas classes de serviço, com nove assentos na primeira e 88 na econômica – está programada para o primeiro trimestre de 2011.

 

Nova gerente de comunicação da Embraer

A Embraer nomeou sua nova Gerente de Comunicação na Ásia e Pacífico Shorbani Roy.Ela vai ser responsável por relações com a imprensa na região se reportando a Alex Glock Diretor da Embraer Ásia Pacífico. Contatos por e-mail shorbani.roy@embraer.com .

Notícias (27/10/2009)

Star Alliance chega hoje a 25 aéreas com Continental

BMI British Midland - Airbus A330-200'''''''

A330 da BMI com pintura da Star Alliance (Foto: Airliners.net / Clique para ampliar)

“Quando você viaja de econômica em uma companhia aérea, o que mais deseja é o upgrade para a primeira classe. A Continental consegue fazer isso hoje. Seu upgrade para a maior e melhor aliança da aviação mundial”, disse o presidente e COO da Continental Airlines, Jeff Smisek, agora, na coletiva de imprensa que marca a entrada da companhia aérea na Star Alliance. Neste momento, executivos da Continental, entre eles Smisek, eleito CEO da companhia aérea a partir de janeiro, e Larry Kellner, o atual CEO, dirigem-se para o Aeroporto de Newark, onde CEOs de outras aéreas da aliança, bem com o presidente da Star Alliance, Jaan Albrecht, participam da cerimônia oficial de entrada da 25a companhia da aliança.

A Continental passa a ser a terceira aérea dos Estados Unidos a integrar a Star Alliance (depois da fundadora United e da US Airways), que tem mais de 19 mil voos diários, em mil aeroportos de 169 países. “A Continental é perfeita para a Star Alliance, assim como a aliança é perfeita para a Continental, pela complementaridade que representam”, disse Smisek, ressaltando que a Continental é a única aérea com hub em Nova York, respondendo por 25% das operações nos três aeroportos da cidade (La Guardia, JFK e Newark), e 74% das operações de Newark. A Continental é a quinta maior companhia aérea do mundo.

No mapa de rotas apresentado pela empresa, a América do Sul aparece como o ponto mais fraco da aliança. A entrada da Tam, em abril do próximo ano, e a soma de forças da Continental e Unitede na região devem começar a mudar essa realidade. Na América Latina, México e Caribe são os pontos fortes da Continental, que para o México oferece 65 voos diários para 29 destinos.

Kassab contemporiza em novas leis para helicópteros 

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) vetou o artigo do projeto aprovado pela Câmara que restringia o funcionamento de helipontos privados ao período das 7h às 20h em São Paulo. Ele estabeleceu um horário mais flexível, das 6h às 23h. Kassab regulamentou a implantação dos pontos de pouso de helicópteros, que ainda não tinha legislação municipal específica, ao sancionar (transformar em lei) o projeto do vereador Chico Macena (PT). Há hoje cerca de 320 helicópteros registrados em São Paulo, que tem 215 helipontos autorizados pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). Do total, somente 85 já contam com a licença da prefeitura. Em alguns casos, dependendo da localização do heliponto, a prefeitura poderá tornar o horário das operações mais restritivo, ao conceder a licença. Também foi vetado o dispositivo do projeto que proibiria pilotos de permanecer sobrevoando o mesmo local por mais de 30 minutos. Kassab retirou ainda a proibição do funcionamento a menos de 500 metros de estabelecimentos como hospitais e escolas. A distância caiu para 300 metros, mas ficam livres da restrição os pontos de pouso destinados a hospitais, polícia e Forças Armadas e as sedes dos governos municipal e estadual. O comandante Jorge Bitar Neto, dono de empresa de taxi aéreo em São Paulo, afirma que, caso haja muitos helipontos fechados, pode aumentar o volume de tráfego nos regulares. “Os que sobrarem irão receber uma carga enorme de pousos, por serem únicos.” Em relação aos helipontos já instalados, a lei prevê que os donos devem comprovar sua regularidade em 30 dias, a partir de sábado. O ruído máximo permitido é de 95 decibéis.

Passaredo prepara entrada de novos sócios no capital 

Após suspender a sua operação entre 2002 e 2004 por causa de uma crise financeira, a Passaredo Linhas Aéreas negocia a venda de parte de seu capital e quer dobrar de tamanho. Segundo o presidente José Luiz Felício Filho, a companhia regional paulista mantém conversações com um fundo de investimento brasileiro e uma empresa aérea estrangeira.

A negociação deverá ser concluída até o final de 2010. Os nomes dos potenciais investidores, porém, foram mantidos em sigilo pelo executivo, filho do fundador do grupo Passaredo, José Luiz Felício.

“O Brasil, com a possibilidade de abertura de 20% para 49% de participação de capital estrangeiro no setor, cria uma tendência natural das empresas aéreas de fora investirem aqui”, diz Felício Filho.

Enquanto negocia com possíveis futuros investidores, a Passaredo anunciou ontem um investimento de US$ 90 milhões para praticamente dobrar de tamanho. Os recursos serão financiados por empresas de leasing de aeronaves para a aquisição de até oito jatos ERJ 145 da Embraer, para 50 passageiros. 

TAM terá voos extras no feriado

A TAM Linhas Aéreas programou frequências extras para atender seus clientes durante o feriado de 2 de novembro. Ao todo, 46 voos vão incrementar a malha doméstica da companhia. A iniciativa visa a suprir a crescente demanda, já que muitos passageiros reservaram suas viagens com antecedência. Os voos foram programados para os dias de maior movimento nas saídas para o feriado – 30 (sexta-feira) e 31 (sábado) – e retorno – dias 2 (segunda) e 3 (terça). Além das frequências, a TAM vai manter diariamente três aeronaves de reserva, posicionadas em aeroportos estratégicos, para eventuais necessidades: duas em São Paulo (Guarulhos) e outra no Rio de Janeiro (Galeão). Adicionalmente, a companhia terá equipes extras de tripulantes técnicos (pilotos e co-pilotos) e de cabine (comissários) e mobilizará reforço de efetivo para o atendimento aos clientes.

Lan fará Rio–Santiago direto a partir de janeiro

A partir de 1º de janeiro, a Lan iniciará uma operação de quatro frequências semanais entre o Rio de Janeiro (Galeão) e Santiago, no Chile. O voo será direto, e o equipamento escolhido para a operação é o Airbus A320. A aeronave partirá do Rio quinta, sexta, sábado e domingo, às 19h40, e chegará em Santiago às 23h20. Na volta, parte da capital chilena às 13h40 e pousa na Cidade Maravilhosa às 18h45. A companhia está oferecendo uma tarifa especial para marcar o lançamento do voo. O benefício é válido para compras até 2 de novembro, e o pagamento pode ser feito em até cinco vezes, sem entrada.

Duelo de taxis aéreos na Europa

Duas ativas empresas de táxi aéreo se prepararam para lançar serviços concorrentes de voos fretados baratos com pequenos jatos nos céus da Europa. São elas a inglesa Blink e a alemã JetBird. A Blink recebeu em setembro seu jato Cessna “Mustang” de número 17 e a rival germânica recebeu seu primeiro “Phenom 100” da Embraer. A Blink encomendou 30 dos jatinhos Cessna e pretende aumentar essa compra com nova encomenda para outros 6. A JetBird tem uma encomenda para 59 dos aviões da Embraer que devem ser entregues em cadência rápida a partir de agora.

Acesso ao aeroporto do Galeão

O Governador do Rio de Janeiro e o Presidente da Infraero reuniram-se no Palácio das Laranjeiras (RJ) para discutir alternativas capazes de melhorar o acesso ao Aeroporto Internacional do Galeão. A alternativa mais aceita é a adoção de um BRT (Bus Rapid Transportation), linha expressa de ônibus que utilize via própria. Sistemas desse tipo serão necessários pela escolha do Rio para sediar os Jogos Olímpicos.

Cessna testa Citation com winglets

A norte-americana Cessna tem em testes um jato executivo Citation X equipado com “winglets” nas extremidades das asas. A aeronave, equipada como laboratório voador, avalia as vantagens dessa modificação para reduzir o arrasto aerodinâmico e aumentar a autonomia de voo.

ATR de patrulha marítima

Já está em testes o primeiro exemplar de uma versão de patrulha marítima do bimotor ATR 42-500, desenvolvida pela Alenia Aeronáutica para uma encomenda da Nigéria. O protótipo está sendo ensaiado em Turin-Caselle e deve ser entregue ao cliente ainda este ano.

BAe concorre para substituir T-38

A inglesa British Aerospace Systems admitiu estar disputando a concorrência aberta nos Estados Unidos para fornecer um novo jato de treinamento supersônico destinado a substituir os já muito usados T-38. A BAe não anunciou ainda qual indústria norte-americana será sua parceira nessa concorrência ma sabe-se que vai apresentar uma versão modificada do treinador “Hawk”. A italiana Alenia e a Korea Aerospace também estão na lista.

Acordo Fokker – Dash Eight

Já está em fase de implementação um acordo que reúne os operadores de aeronaves Fokker F.50 e F.100 e aviões “Dash Eight”. O acordo reúne as competências das empresas Fokker Services e Denim Air. A Fokker assegura o suporte técnico manutenção e peças de reposição e a Denim entra com planejamento, rotas, serviços e detalhes como tripulantes e burocracia. A idéia é oferecer os serviços a pequenas novas empresas aéreas que começam a operar e ainda não têm estrutura nem experiência.

Caças MiG-35 voam para a Índia para avaliação

Dois caças multifuncionais MiG-35, novos de fábrica (C/n 961 e 967) seguiram do Centro de Testes de Voo de Zhukovsky, próximo de Moscou (Rússia), para a Índia, na segunda semana de outubro, para serem avaliados pelos indianos em vistas da concorrência milionária MMRCA, da Força Aérea da Índia. Curiosamente, não houve nenhum comunicado ou informação oficial sobre a ida das duas aeronaves, da Rússia para a Índia, para tal período de testes de voo e avaliações, nem pelo governo ou orgãos da Rússia, nem pelos da Índia.

Air France recebe primeiro Airbus A380 nesta sexta

A Air France será a primeira empresa da Europa a receber o Airbus A380. A cerimônia solene de entrega do avião será nesta sexta (dia 30) na fábrica da Airbus em Hamburgo, na Alemanha. A Air France comprou um total de 12 unidades do A380. Veja a foto do primeiro super-jumbo da Air France aqui: https://fl410.wordpress.com/2009/09/16/vale-um-clique-4/