Notícias (13/05/2010)

 

Tap normaliza operação para todos os seus destinos 

A Tap anunciou a normalização de seus voos, enclusive dos com saída de Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Natal, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, este último com pequeno atraso. A empresa está disponibilizando informações adicionais sobre os voos através das redes socias facebook e twitter. Outras informações também estão disponíveis em www.flytap.com .   

 

Lan planeja iniciar operações no Aeroparque em Buenos Aires a partir de julho    

A Lan já solicitou as autoridades argentinas pedido para iniciar as operações procedentes do Rio de Janeiro e São Paulo no Aeroparque de Buenos Aires a partir de julho. A informação foi confirmada hoje por Alexander Haim, gerente de vendas Brasil da Lan. A Lan participa hoje de um workshop no Hyatt Santiago divulgando seus produtos junto a 40 operadoras e agências de viagens do Brasil.

 

GRU terá módulo operacional

Chega a ser até ridículo, mas, é verdade, o principal aeroporto do Brasil terá que conviver com os chamados “puxadinhos” para atende mesmo que precariamente ao aumento de demanda. Para um aeroporto projetado para ter quatro terminais e, após 25 anos de sua inauguração contar com somente dois, é mesmo triste ver que para minimizar a situação se recorra a esse método Batizado de Modulo Operacional.

 

Dreamliner já com motores GEnx 

A Boeing conduziu essa semana os primeiros testes de motor no quinto 787, o primeiro equipado com o motor GE GEnx. O primeiro voo é esperado para o final desse trimestre. Os quatro outros Dreamliner são equipados com motores Rolls-Royce Trent 1000.

 

FAB testa Hermes 450 

A FAB está testando o UAV Hermes 450, fabricado pela israelense Elbit. Os testes, que estão sendo feitos na Base Aérea de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, estão sob tutela da Aeroeletrônica, subsidiária da empresa israelense. A meta final é desenvolver soluções nacionais em UAV.

 

Lucro da SkyWest dispara 

EMB-120 Brasilia da SkyWest (Foto: Airliners.net)

A SkyWest, controladora da SkyWest Airlines e Atlantic Southeast Airlines, apresentou um lucro líquido de 15 milhões de dólares no primeiro trimestre de 2010, quase 60% acima do resultado no mesmo período do ano passado. Apesar das receitas terem caído 6%, para US$ 632 milhões, os custos caíram outros 6,6%, para 589,8 milhões de dólares, resultando em um resultado operacional positivo em 42,4 milhões de dólares. A frota da empresa é composta por 456 aeronaves, das quais 406 são jatos CRJ e 50 são Embraer Brasília.

 

Prejuízos do vulcão na AF-KLM 

O erupção do vulcão islandês, entre os dias 16 e 19 de abril, atingiu fortemente o grupo Air France-KLM: com a paralisação quase total do tráfego aéreo europeu, o resultado final do mês foi uma retração de 15,3% na oferta, para uma queda de 15,9% na demanda, resultado que gerou uma queda de 0,6 ponto percentual na taxa média de ocupação, para 80,0%. No mês a AF-KLM transportou 4,968 milhões de passageiros, volume 20,3% inferior a abril de 2009. O transporte de carga sofreu retração de apenas 2,0% no período.

Lucro da Emirates Airline apresentou crescimento de 416%

Boeing 777-300ER da Emirates (Foto: Airliners.net)

A Emirates Airline divulgou hoje o balanço financeiro referente ao seu último ano fiscal, encerrado no dia 31 de Março de 2010.

Fugindo dos números negativos que assolaram diversas companhias aéreas com a crise e consequente retração sofrida pela indústria como um todo em 2009, a companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos apresentou o expressivo crescimento de 416% em seu lucro líquido comparado ao que fora obtido no ano fiscal anterior (2008-2009).

Traduzindo em números, o lucro foi de US$ 964 milhões frente aos US$ 187 milhões de um ano antes.

Com receitas totais que se mantiveram praticamente inalteradas de um ano para o outro e atingiram a quantia de US$ 11,8 bilhões, o principal motivo para que a melhora no lucro fosse obtida segundo o CEO da Emirates Airline, Sheik Ahmed bin Saeed Al Maktoum, foi a companhia ter se mantido fiel ao seu modelo de negócios focado na excelência de produtos e serviços, além de uma notável capacidade de se adaptar às condições adversas de mercado.

Especificamente, contribuíram com os resultados a redução de 2,7% nos custos operacionais, mesmo com um aumento de 16,9% na capacidade (importante na manutenção das receitas tendo em vista a redução de outros 16,9% no yield), e uma redução de 35,2% para 29,9% na participação do combustível sobre o custo operacional, significando uma diminuição de US$ 691 milhões nas despesas com querosene em relação ao ano fiscal encerrado em 2009.

Em número de aviões, a frota composta exclusivamente por widebodies recebeu 15 novas aeronaves (4 A380, 10 B777-300ER e 1 B777F) entre Março de 2009 e Março de 2010, chegando ao total de 142 voando com a ótima ocupação média de 78%.

Somando-se à Emirates Airline as demais subsidiárias do Grupo Emirates, o lucro líquido atingiu a quantia total de US$ 1,1 bilhão, com receitas chegando a US$ 12,4 bilhões.

Fonte: Portal CR

BA transportou 675 mil passageiros a menos em abril

Boeing 777 da BA (Foto: Airliners.net)

A British Airways revelou seus resultados de abril e não foi de se impressionar o resultado negativo causado pelo vulcão islandês. Durante o mês, a BA transportou 675.000 passageiros a menos que em abril de 2009, perdendo o equivalente a seis dias de voos, que custaram à companhia aérea estimadas £ 100 milhões. Em abril, a capacidade global da BA sofreu uma redução de 20,9%, enquanto o tráfego de passageiros caiu 22,4%, gerando uma taxa média de ocupação de 76,6% – queda de 1,5 ponto percentual em relação ao mesmo mês do ano passado. A queda na demanda compreendeu uma retração de 19,8% no tráfego premium e de 22,9% no tráfego não-premium.

Fonte: Jetsite

Notícias (06/05/2010)

 

Ibéria renova carta de vinhos e serviço Tu Menú 

Airbus A320 da Iberia (Foto: Airliners.net)

A Iberia acaba de renovar sua classe de vinhos na classe Business Plus  e o seu serviço Tu Menú. Até o final de julho, serão oferecidos cinco novos vinhos espanhóis, da vinícola Todovino e da Rueda y Penedès. Os vinhos podem ser degustados também nas salas Vip da empresa no aeroporto de Madri.

Já o serviço Tu Menú, disponível na classe turística em voos com menos de três horas de duração serão incluídos novos sanduíches. 

 

TSA compra 200 body-scanners 

A L-3 Communications anunciou ter recebido uma encomenda da US Transportation Security Administration para “aproximadamente” 200 unidades de seu body-scanner ProVision. A empresa disse que os equipamentos serão usados pela TSA para vistoriar passageiros em aeroportos dos Estados Unidos, mas não deu detalhes de quais locais eles serão instalados.

 

KC-X: trabalho deve começar já em novembro 

Segundo notícia da Associated Press, o Departamento de Defesa dos EUA informou a Boeing e EADS que o vencedor da concorrência deverá começar os trabalhos no KC-X já em 12 de novembro. O contrato original visava a data de escolha em 12 de agosto, mas esse limite deverá ser adiado para permitir a EADS entregar sua proposta; contudo, a data de novembro não será mudada.

 

Adria Airways recebe o primeiro jato Airbus A319

A companhia aérea nacional da Eslovênia recebeu seu primeiro avião Airbus A319, que será empregado nos serviços programados na Europa, partindo da cidade de Ljubljana. O jato está equipado com motores IAE V2500 e cabine configurada com duas classes para 135 passageiros, que oferecerá muito mais conforto com o seu novo interior de última geração. Além disso, a frota da Adria receberá mais um jato do tipo. Em 1983, a companhia foi uma das primeiras compradoras do modelo A320. Mais de 6.500 aeronaves desta família já foram vendidas para mais de 300 clientes e operadoras de todo o mundo.

 

Anac nomeia novos diretores 

Foram enviados para aprovação no Senado Federal os nomes dos três novos diretores da Agência Nacional de Aviação (Anac).

Rubens Carlos Vieira, Carlos Eduardo Magalhães da Silveira Pellegrino e Ricardo Sérgio Maia Bezerra foram nomeados diretores da Anac, irão substituir os antigos diretores da agência Alexandre Gomes de Barros e Ronaldo Serôa da Mota. 

 

UPS com lucro

MD-11F da UPS (Foto: Airliners.net)

A UPS obteve ganho diluído ajustado por ação de US$ 0,71 para o primeiro trimestre de 2010, um ganho de 37% sobre o ajustado de US$ 0,52 no mesmo período do ano anterior. A receita cresceu 7% atingindo US$ 11,7 bilhões. O crescimento no mercado de remessas internacionais e cadeia de suprimentos, o aumento de lucro e das operações resultaram em uma margem de expansão em todos os segmentos.

 

Air France-KLM com voos para a Ásia

A KLM lançará, em maio, voos regulares para Hangzhou, China, e a Air France assina acordos de code-share com as companhias Aeroflot e Vietnã Airlines, além de iniciar voos para Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos.A partir de 3 de maio de 2010, a Air France irá operar uma nova rota entre Paris e Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. No dia 8 de maio, a KLM lançará voos regulares entre Amsterdã e Hangzhou, no Aeroporto Xiaoshan, na China. A KLM é a primeira companhia aérea a oferecer um serviço direto entre Hangzhou e a Europa.

Republic tem prejuízo no primeiro trimestre

Boeing 717 da Midwest (Foto: Airliners.net)

A compra da Frontier Airlines e da Midwest Airlines pesou no resultado trimestral da Republic Airways – apesar de uma explosão de 87,1% nas receitas do primeiro trimestre de 2010, para 608 milhões de dólares, os custos associados à reformulação de ambas em uma única marca custou caro aos cofres da empresa, gerando um prejuízo líquido de 36,5 milhões de dólares, contra um lucro (modesto) de 2,2 milhões, no mesmo período de 2009.

Os gastos operacionais cresceram incríveis 124,1%, para US$ 629 milhões, incluindo “um pagamento de 11,5 milhões para encerrar a marca Midwest Airlines”, afirmou a empresa em seu report trimestral. Some a isso as inclementes tempestades de janeiro e fevereiro e o prejuízo operacional bateu a marca de 20 milhões de dólares, ante a um resultado positivo em quase 45 milhões, ano sobre ano.

Fonte: Jetsite

Lucro trimestral da Embraer sobe 15,1% para R$ 44,1 mi

Embraer 170 da Gulf Air (Foto: Airliners.net)

A Embraer obteve lucro líquido de R$ 44,1 milhões no primeiro trimestre de 2010, conforme demonstração financeira em legislação societária. O desempenho representa alta de 15,1% ante igual intervalo do ano anterior, quando a fabricante de aviões lucrou R$ 38,3 milhões.

A geração de caixa medida pelo Ebit atingiu R$ 122,2 milhões no período, com alta de 12% sobre intervalo correspondente de 2009, quando registrou R$ 109 milhões. Ao mesmo tempo, a margem Ebitda atingiu 11,4%, acima dos 7,9% de margem anotada entre janeiro e março de 2009.

A receita líquida de vendas no primeiro trimestre somou R$ 1,78 bilhão, o que representa uma queda de 33,3% sobre R$ 2,667 bilhões indicado um ano antes.

No primeiro trimestre, a companhia entregou 41 jatos, um a mais que no primeiro trimestre de 2009. Deste total, 21 foram para o mercado de aviação comercial, 19 para a aviação executiva e um para o segmento de defesa.

Ao final de março, a carteira de pedidos firmes a entregar totalizava US$ 16 bilhões, o que representa uma redução de 3,6% em relação aos US$ 16,6 bilhões do trimestre anterior. Com pedidos firmes para 1.751 aeronaves e 1.508 entregas, a carteira de pedidos firmes estava em 243 aviões ao fim do primeiro trimestre, com outras 679 opções.

O segmento de aviação comercial representou 52,9% da receita líquida total de R$ 1,78 bilhão da Embraer no primeiro trimestre de 2010, resultado consideravelmente inferior da proporção de 74,5% indicada em igual intervalo do ano passado. O setor de Defesa, com 19,1% ou receita de R$ 339,5 milhões. O desempenho representa um salto, já que no primeiro trimestre de 2009 este segmento representava 5,9% da receita total da Embraer.

Os serviços aeronáuticos, com 14,3% da receita ou R$ 255,9 milhões, mostraram a terceira maior representatividade no faturamento líquido da fabricante. Um ano antes, a receita gerada por este segmento correspondia a 12% da receita líquida total. A aviação executiva, por sua vez, respondeu por 11,7% ou R$ 208 milhões da receita total, com melhora significativa em relação à fatia de 6,1% registrada entre janeiro e março do ano passado.

Fonte: Agência Estado

LAN apresenta lucro de quase US$ 90 milhões no primeiro trimestre

Airbus A318 da LAN (Foto: Airliners.net)

O primeiro trimestre da LAN apresentou um lucro líquido de 88,3 milhões de dólares, mesmo considerando os resultados negativos causados pelo terremoto que abalou o Chile, em fevereiro, estimados em 25 milhões de dólares. O resultado é quase 36% maior do que o mesmo período de 2009, em que a chilena obteve um lucro de 65 milhões de dólares. Segundo comunicado da empresa, os bons números são resultados da “forte” recuperação no transporte de carga e de passageiros.

No primeiro quarto do ano, a demanda de carga aumentou 29% em relação ao ano passado, enquanto suas receitas aumentaram 35,3%. As receitas operacionais aumentaram 17,3%, para US$ 1,1 bilhão, enquanto as despesas cresceram 16,7%, para US$ 892 milhões. Em decorrência, o lucro operacional foi de US$ 142,9 milhões (+21%). A companhia aérea ressalta sua “sólida posição financeira”, informando que em 31.02.10 sua liquidez era de US$ 657,2 milhões, em caixa e equivalentes, valor equivalente a 17,3% das receitas dos últimos 12 meses.

Fonte: Jetsite