Nuvem de cinzas do vulcão chileno chega aos três estados do Sul e pode atingir SP

Imagem das cinzas vulcânicas sobre os céus argentinos

A nuvem de cinzas do vulcão chileno Puyehue-Cordón Caulle pode chegar a São Paulo neste fim de semana, segundo o pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Segundo divulgado pela Aeronáutica, a nuvem está sobre os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Para Saulo, a chegada da nuvem a São Paulo vai depender das condições meteorológicas. “Vai depender se o vento vai ficar como previsto, daí chega em São Paulo. Se o vento mudar por algum processo que a gente não esteja prevendo corretamente pelo modelo, a nuvem pode ser direcionada rapidamente para o oceano. Na verdade, ela vai passar quase que tangenciando o estado de São Paulo e indo para o Oceano Atlântico”, disse ele ao jornal O Globo.

Ele estimou ainda que até terça-feira o Brasil não tenha registros da nuvem de cinzas: “Provavelmente nos próximos dois, três dias, o vento vai mudar de direção e vai soprar direto para o Atlântico. A nuvem vai passar direto pela Argentina e vai para o Atlântico”.

Fonte: O Globo Online

Anúncios

Gol retoma voos para RS nesta tarde

Boeing 737 da Gol

A companhia Gol informou às 13h40min desta sexta-feira que restabelecerá, a partir das 16h, as operações em Porto Alegre e Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, e Chapecó, em Santa Catarina. Pela manhã, a empresa já havia confirmado decolagens para Florianópolis, Navegantes e Joinville, no Estado catarinense.

Em nota, a empresa informa que tem acompanhado em tempo real o movimento da nuvem de cinzas expelidas pelo vulcão chileno Puyehue e que, pelos últimos prognósticos, encontrou condições de realizar os voos para essas cidades com segurança.

A companhia ainda observa a situação nos países vizinhos e aguarda a autorização das autoridades locais para retomar voos de e para Buenos Aires (Argentina) e Montevidéu (Uruguai).

No início da tarde, a Gol contatava clientes com passagens marcadas para os voos que tiveram a programação alterada, via telefone, SMS e e-mail. A Central de Relacionamento também está disponível para receber ligações dos passageiros nos números 0300-115-2121 (Brasil), 0810-266-3232 (Argentina) e 5098-2403-8007 (Uruguai).

As reacomodações serão providenciadas sem cobrança das taxas previstas e, se os clientes preferirem cancelar a viagem, receberão o reembolso no valor integral dos bilhetes, de acordo com o comunicado.

Fonte: http://www.clicrbs.c…esta-sexta.html

Veja as recomendações da Anac para passageiros com destino ao Sul do Brasil

 

A Anac está emitindo recomendações para que os passageiros com voos marcados de e para a região Sul do Brasil confirmem a situação dos aeroportos e dos voos junto das companhias aéreas. A mesma orientação vale para passageiros com destino a aeroportos do Chile, Argentina, Paraguai e Uruguai.

Devido às cinzas do vulcão Puyehue, que vem se espalhando pelo espaço aéreo da região, alguns aeroportos tiveram suas operações suspensas e muitas companhias cancelaram seus voos, devido à falta de segurança.

Confira as regras em casos de cancelamento de voos a quais os passageiros tem direito:

 

Assistência material (em casos de atraso, cancelamento ou preterição). A partir do horário previsto para o voo

1h – telefone ou Internet disponível;

2h – alimentação adequada ao tempo de espera (voucher, lanche, bebidas);

4h – Acomodação em local adequado (espaço interno do aeroporto ou ambiente externo com condições satisfatórias para aguardar pela reacomodação) ou hospedagem (quando necessária) e transporte do aeroporto ao local de acomodação.

 

Reacomodação

Imediata no caso de cancelamento ou preterição. Nos atrasos, reacomodação no próximo voo da companhia ou de outra empresa na mesma rota. Passageiro que aguarda reacomodação tem prioridade sobre os que ainda não adquiriram passagem.

 

Informação

Companhia deve informar direitos do passageiro e motivos do atraso, cancelamento ou preterição, inclusive por escrito (o que pode ser usado em pedidos de indenizações, se for o caso).

 

Reembolso

Para o passageiro que desistir da viagem por cancelamento ou atraso acima de 4h, reembolso integral do valor do bilhete, na mesma forma de pagamento (cartão de crédito ou crédito bancário).

Fonte: www.mercadoeeventos.com.br

Nuvem vulcânica chega à região de Curitiba, diz FAB

 

A nuvem de cinza vulcânica atingiu a região de Curitiba, segundo o boletim mais recente emitido pelo Volcanic Ash Advisory Centres da Argentina, instituto responsável pelo monitoramento da situação no Cone Sul. A informação foi divulgada pela Força Aérea Brasileira (FAB), às 10 horas.

A abrangência agora da camada de nuvem inclui a região de Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba, de acordo com Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), que tem coordenado o tráfego aéreo nas áreas atingidas. A nuvem está concentrada entre 6.000 metros e 7.600 metros de altitude. Se mantidas as atuais condições meteorológicas, a tendência é que nuvens sigam para o Oceano Atlântico.

Por causa disso, a empresa aérea TAM cancelou seus voos de e para Florianópolis, em Santa Catarina, na manhã desta sexta-feira, 10, em razão da nuvem de cinzas que ocupa o espaço aéreo da região, emitidas pelo vulcão Puyehue, localizado no Chile.

Os voos para os aeroportos de Porto Alegre (RS), Buenos Aires (Argentina) e Montevidéu (Uruguai) continuam suspensos. Ainda não há previsão de restabelecimento dessas rotas. As medidas são necessárias para garantir a segurança de clientes e tripulantes.

A TAM disse que acompanha as informações sobre a densidade e o deslocamento da nuvem de cinzas para retomar suas operações normais o mais rapidamente possível em todos os aeroportos afetados.

Segundo a companhia, os passageiros afetados pelos cancelamentos recebem a assistência necessária. Eles serão reacomodados nas próximas opções de voos disponíveis, após a normalização da situação, além de serem isentados de taxa de remarcação.

Os clientes da companhia devem ligar para a Central de Atendimento da TAM antes de se dirigirem ao aeroporto, nos números:

Brasil – 4002-5700 (capitais) e 0800-570-5700 (demais localidades)

Argentina – 0 810 333 3333

Chile – 56 2 6767 900

Paraguai – 595 21 659 5000

Uruguai – 000 4019 0223

Fonte: Agência Estado

Gol normaliza operações em aeroportos de Florianópolis, Navegantes e Joinville

Boeing 737 da Gol

A companhia aérea Gol voltou a operar em Florianópolis, Navegantes e Joinville, em Santa Catarina. As operações foram normalizadas após serem temporariamente suspensas devido às cinzas do vulcão chileno.

Os voos de e para Porto Alegre, Caxias do Sul e Chapecó, no Brasil, e Buenos Aires (Argentina) e Montevidéu (Uruguai) permanecem cancelados.

Para entrar em contato com a Gol, o cliente deve ligar para a Central de Relacionamentos nos números 0300-115-2121 (Brasil), 0810-266-3232 (Argentina) e 5098-2403-8007 (Uruguai).

Fonte: www.mercadoeeventos.com.br

Gol suspende voos para Florianópolis, Chapecó e Navegantes

Boeing 737 da Gol

Em comunicado oficial, a Gol Linhas Aéreas informa que, por medidas de segurança irá suspender temporariamente as operações nos aeroportos de Florianópolis, Chapecó e Navegantes, em Santa Catarina, a partir das 4h de amanhã (10 de junho). A companhia já havia anunciado o cancelamento, também por precaução, dos voos de e para Porto Alegre e Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, além de Buenos Aires (Argentina) e Montevidéu (Uruguai).

A decisão da baseia-se em prognósticos que apontam o avanço das cinzas do vulcão chileno Puyehue sobre o espaço aéreo brasileiro.

Com o ajuste na malha, a empresa programou operações extras antecipadas, com novos horários, para atender os passageiros dos seguintes voos:

G3 1082

Origem: Navegantes

Destino: São Paulo/Congonhas

Horário original: 07h40

Novo horário: 00h30

G3 1281

Origem: Chapecó

Destino original: Florianópolis e São Paulo/Congonhas

Novo destino: São Paulo/Guarulhos

Horário original: 05h30

Novo horário: 03h00

G3 1813

Origem: Florianópolis

Destino: Curitiba

Horário original: 06h45

Novo horário: 03h00

G3 1647

Origem: Florianópolis

Destino: São Paulo/Guarulhos

Horário original: 08h10

Novo horário: 03h10

A empresa está contatando clientes com passagens marcadas para providenciar reacomodações sem cobrança de taxas, ou, se for de preferência, o reembolso no valor integral dos bilhetes. A Central de Relacionamento está disponível nos números 0300-115-2121 (Brasil), 0810-266-3232 (Argentina) e 5098-2403-8007 (Uruguai).

A Gol orienta clientes que viajariam hoje às cidades com voos cancelados a permanecer em seus destinos de origem e contatar a companhia. Com a suspensão proativa das operações, a empresa espera minimizar transtornos aos passageiros em trânsito, cujos voos seriam alternados para outras bases ou, até mesmo, retornariam.

A Gol ressalta que só restabelecerá as decolagens quando encontrar as condições necessárias para fazê-las sem riscos.

Fonte: www.mercadoeeventos.com.br

Todos os voos de Buenos Aires continuam cancelados

Cinzas cobrem Embraer 190 da Aerolineas

Todos os voos dos aeroportos de Buenos Aires estão cancelados até a manhã de sexta-feira, segundo comunicado das companhias aéreas Aerolíneas Argentinas, Austral e LAN. A decisão foi tomada por razão de segurança e as demais companhias que operam nos aeroportos de Ezeiza e Aeroparque, os principais da capital argentina, acompanharam. O motivo para o cancelamento dos voos é a nuvem de cinzas vulcânicas que paira sobre a capital federal e a região metropolitana.

O vulcão chileno Puyehue, encravado na fronteira com a Argentina, entrou em atividade no último sábado e, desde então, não parou de expelir partículas, que afetam a Patagônia argentina.

A nuvem de cinzas e areia já havia passado por Buenos Aires na última terça-feira, provocando o cancelamento dos voos. No dia seguinte, os voos foram reprogramados, mas outra nuvem voltou a abater o céu portenho, na manhã desta quinta-feira. Em princípio, as companhias esperavam poder retomar as operações por volta das 17 horas, mas o Serviço Nacional de Meteorologia (SNM) argentino estimou que a nuvem poderia ser dissipada somente nas primeiras horas da manhã. Como trata-se de um fenômeno natural, dependerá da direção e velocidade dos ventos, explicou o secretário de Transportes, Juan Pablo Schiavi.

As cinzas vulcânicas, que são uma espécie de areia, foram sopradas pelos ventos provenientes do sul do país, que está seriamente afetado pelo fenômeno. Um comitê de crise, formado por representantes da Secretaria de Transporte, da Administração Nacional de Aviação Civil, das companhias aéreas e do Serviço Nacional de Meteorologia da Argentina, se reunirá na sexta-feira pela manhã para avaliar a situação.

Fonte: Agência Estado